29/06/2024
  • 11:34 Vídeo: Membro do PCC é atingido por 15 tiros na cabeça em Manaus; assista
  • 11:30 PUMP é multada em R$18 mil por doação ilegal a candidato
  • 11:25 Ex-noivo de Djidja, Bruno Roberto recebe prisão domiciliar por decisão judicial
  • 11:21 Prefeito David Almeida inaugura novas estruturas da feira itinerante Prefeito 2 Novo título: Prefeito David Almeida inaugura novos espaços na feira itinerante Prefeito 2
  • 10:04 Forças de Segurança se unem na Festa dos Visitantes em Parintins

Na última quinta-feira (3), 45 passageiros que estavam em um ônibus na rodovia BR-319 passaram por momentos de pânico ao verem o veículo capotar após o motorista perder o controle do ônibus por causa de falhas mecânicas. Devido ao acidente, as pessoas que tinham como destino Manaus tiveram que caminhar por três dias até conseguirem chegar à capital.

O ônibus da empresa TransBrasil havia saído de Porto Velho e tinha como destino a capital amazonense. Segundo os passageiros, o motorista perdeu o controle do ônibus e capotou às margens de um lago, próximo ao município e Humaitá (AM). Dentre os passageiros haviam idosos, crianças e gestante.

Eles foram socorridos por moradores das proximidades, que acionaram o Corpo de Bombeiros. Um representante da empresa de ônibus também foi ao local e logo em seguida enviou um novo ônibus para seguir viagem com os passageiros, porém, durante o trajeto o veículo atolou e quebrou.

A partir daí os passageiros precisaram seguir a viagem a pé. Após caminharem muito na estrada, eles chegaram a uma empresa, que ofereceu carona em uma carreta até as proximidades do município de Careiro Castanho. De lá eles conseguiram atravessar de balsa até o Porto da Ceasa, em Manaus.

Os passageiros conseguirem chegar na capital somente na noite desse domingo (6). Já em Manaus eles foram até a rodoviária para falar com representantes da empresa TransBrasil e lá foram informados que todos sabiam do acidente, mas que segundo os funcionários de Porto Velho, todos estariam recebendo suporte.

Nossa equipe tentou contato com a empresa, mas não se pronunciou sobre o ocorrido até o fechamento desta edição.

Redação 2

RELATED ARTICLES