28/02/2024
  • 10:30 Pastores investigados pela Polícia Federal têm ligação com Marcos Bastos, do “Pai Resgatando Vidas”; confira vídeos
  • 10:25 TCE apresenta à Aleam minuta do projeto de criação da Ouvidoria da Mulher
  • 10:19 Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell: entenda mais sobre a doença
  • 10:14 “Bons de briga”: torcedores enfrentam batalhão de seguranças em jogo; assista aos vídeos
  • 07:06 Hemoam convoca doadores do tipo O devido a estoque baixo de sangue

Auditores fiscais da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-AM), com o apoio da Polícia Militar do Estado do Amazonas (PMAM), apreenderam na terça-feira (29) cerca de R$ 200 mil em bebidas, cigarros e outros produtos, sem o acompanhamento obrigatório de nota fiscal. A mercadoria foi encontrada em um depósito clandestino, localizado no Distrito Industrial de Humaitá, município no sul do Amazonas, distante 591 quilômetros de Manaus. 

Em operação que tinha como objetivo apurar a suspeita da venda de mercadorias sem documentação fiscal em Humaitá, os auditores fiscais interceptaram um caminhão no momento em que desembarcava cerveja em um depósito. O local funcionava clandestinamente em uma serraria desativada. Além dos produtos contidos no caminhão e no depósito, também foi encontrada no local uma picape com 30 caixas contendo 15 mil maços de cigarro. 

As mercadorias foram levadas para o Posto Fiscal da BR-319 em Humaitá, e o depósito foi lacrado pela Sefaz. Após análise da Polícia Rodoviária Federal, os cigarros foram identificados como fruto de contrabando e foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil. As demais mercadorias foram apreendidas pela Secretaria, e o proprietário dos produtos foi autuado em mais de R$ 80 mil. 

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT