28/05/2024
  • 09:30 Imersão Eleições: inscrições abertas para o maior evento de marketing político para capacitação profissional com foco em campanhas eleitorais
  • 08:10 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:10 Botafogo vence Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:09 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:08 Botafogo derrota Flamengo no Maracanã por 2 a 0

MANAUS, AM – O prefeito David Almeida (Avante) decidiu adiar, mais uma vez, o início do Passe Livre Estudantil para os alunos das redes municipal e estadual de ensino. A medida passa a valer a partir desta segunda-feira (31), sem data para vencer.

A justificativa da Prefeitura é que o ano letivo de 2022 está previsto para começar ainda de forma remota, e que o uso dos créditos é destinado ao transporte do aluno para ir à escola, e o sistema de bilhetagem não vai carregar os créditos até a normalização do calendário escolar. A Prefeitura ainda informou que só vai liberar o acesso gratuito quando as aulas presenciais começarem.

Para pagar o Passe Livre Estudantil, a Prefeitura firmou convênio com o Governo do Estado, que vai financiar o valor. O convênio tem o valor total de R$ 156 milhões, e desse valor, R$ 20 milhões já foram pagos pelo governo à Prefeitura. Do total de R$ 156 milhões, R$ 120 milhões serão pagos pelo Governo, e R$ 36 milhões serão repassados pela Prefeitura. Ou seja, de certa forma, a passagem estudantil não será gratuita, uma vez que custará milhões aos cofres públicos.

Esta não é a primeira vez que David adia o início do Passe Livre. Ainda em janeiro, o prefeito chegou a revogar o decreto que instituía o programa, e somente na última sexta-feira (28), um novo decreto foi publicado, assinado pelo governador Wilson Lima (PSC) e pelo prefeito David Almeida, que institui o programa novamente.

Ao todo, cerca de 470 mil estudantes, da Educação Infantil ao Ensino Médio, nas redes estadual e municipal, serão atendidos pelo programa. Na rede pública municipal, segundo anúncio de David nesta segunda-feira, as aulas presenciais devem voltar a partir do dia 14 de fevereiro.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT