28/02/2024
  • 10:30 Pastores investigados pela Polícia Federal têm ligação com Marcos Bastos, do “Pai Resgatando Vidas”; confira vídeos
  • 10:25 TCE apresenta à Aleam minuta do projeto de criação da Ouvidoria da Mulher
  • 10:19 Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell: entenda mais sobre a doença
  • 10:14 “Bons de briga”: torcedores enfrentam batalhão de seguranças em jogo; assista aos vídeos
  • 07:06 Hemoam convoca doadores do tipo O devido a estoque baixo de sangue

Um homem de 35 anos, que não teve o nome divulgado, precisou buscar ajuda médica após injetar cocaína no próprio pênis e vê-lo apodrecer. O caso aconteceu em Nova York e foi divulgado pela revista American Journal of Case Reports.

De acordo com a equipe médica, o homem chegou no hospital BronxCare Health System se queixando de fortes dores no órgão e no saco escrotal. Ele decidiu buscar ajuda médica somente três dias após injetar a substância no pênis, que estava expelindo uma substância fedida. A motivação do fato inusitado não foi revelada.

No laudo médico consta que o homem estava com a pele do pênis morta, e ao redor do saco escrotal estava começando a apodrecer.

Ao ser questionado, o paciente informou que já havia injetado cocaína diluída em água no pênis outras duas vezes uma quinzena antes, sem nenhuma complicação. Porém, desta vez precisou ser internado e ficou tomando antibiótico na veia por cinco dias.

Após apresentar melhora ele recebeu alta para continuar o tratamento em casa, no entanto, foi recomendado ao paciente que fizesse tratamento contra uso de drogas, mas ele recusou e preferiu não ir para uma clínica de reabilitação.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT