28/05/2024
  • 09:30 Imersão Eleições: inscrições abertas para o maior evento de marketing político para capacitação profissional com foco em campanhas eleitorais
  • 08:10 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:10 Botafogo vence Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:09 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:08 Botafogo derrota Flamengo no Maracanã por 2 a 0

No último domingo (13), uma mulher, de 42 anos, foi expulsa de um bar após defender o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). O caso ocorreu no bar Outro Calaf, em Brasília e foi registrado por clientes que estavam no local.

Após ser agredida e arrastada para fora do local a mulher foi até uma delegacia para registrar as agressões. Aos policiais ela disse que recebeu uma “gravata”, teve suas roupas arrancadas e foi arrastada pelo chão depois que se posicionou a favor de Bolsonaro, quando o público xingava o presidente.

Clientes que estavam no bar filmaram toda ação. Nas imagens é possível ver quando um grupo de aproxima da mulher, em seguida ela joga um copo de água no rosto de uma das pessoas deste grupo.

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), a maioria do público teria começado a xingar Bolsonaro. Ela não teria gostado da situação e começou a gritar palavras a favor do presidente. Logo depois os frequentadores do bar começaram a gritar que ela fosse embora do local.

A mulher disse ainda que estava apenas “exercendo sua democracia”.

Tudo gravado

A partir daí ela também recebe água na cara. Uma segurança do bar alcançou a mulher e a segurou, momento em que uma terceira mulher chegou para também segurá-la.

A mulher tentou se desvencilhar, jogando água em uma das pessoas que a segurou. Elas trocaram alguns empurrões até a mulher ser segurada e arrastada pelas pernas. No vídeo, não é possível ver o início da confusão nem o momento em que a mulher é expulsa do bar.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT