28/02/2024
  • 10:30 Pastores investigados pela Polícia Federal têm ligação com Marcos Bastos, do “Pai Resgatando Vidas”; confira vídeos
  • 10:25 TCE apresenta à Aleam minuta do projeto de criação da Ouvidoria da Mulher
  • 10:19 Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell: entenda mais sobre a doença
  • 10:14 “Bons de briga”: torcedores enfrentam batalhão de seguranças em jogo; assista aos vídeos
  • 07:06 Hemoam convoca doadores do tipo O devido a estoque baixo de sangue

Uma mulher, identificada como Patrícia Lopes Ribeiro, de 31 anos, foi morta durante uma visita íntima que fazia ao seu namorado, Wellys Lopes Ribeiro, de 35 anos, que está preso na Penitenciária I, em Mirandópolis, no interior de São Paulo.

O crime ocorreu nesse domingo (13), durante a visita. Patrícia foi enforcada com uma corda feita artesanalmente, além de ter os cabelos cortados pelo namorado. Wellys confessou o crime.

De acordo com os agentes, foi o próprio detento quem os chamou ao fim do horário da visita. Ao chegarem em frente à cela, eles foram informados sobre o assassinato. A vítima ficou dentro do local das 13h às 15h, horário da visita íntima.

O homem confessou o crime e disse que teria matado a namorada por desconfiar que estava sendo traído. Wellys está preso por tráfico de drogas e agira também responderá por feminicídio.

Em nota, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) afirmou que Wellys foi isolado, e que abriu um procedimento disciplinar e preliminar para averiguação dos fatos.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT