28/02/2024
  • 10:30 Pastores investigados pela Polícia Federal têm ligação com Marcos Bastos, do “Pai Resgatando Vidas”; confira vídeos
  • 10:25 TCE apresenta à Aleam minuta do projeto de criação da Ouvidoria da Mulher
  • 10:19 Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell: entenda mais sobre a doença
  • 10:14 “Bons de briga”: torcedores enfrentam batalhão de seguranças em jogo; assista aos vídeos
  • 07:06 Hemoam convoca doadores do tipo O devido a estoque baixo de sangue
Advogado e servidor do TCE, Erwin Rommel Godinho Rodrigues, assassinado em Manaus — Foto: Redes sociais

Pistoleiro responsável pela morte do advogado Erwin Rommel Godinho Rodrigues é preso durante operação em Manaus

Um pistoleiro suspeito de assassinar o advogado Erwin Rommel Godinho Rodrigues, de 54 anos, foi preso no último domingo (3) pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) durante a “Operação Legisperitum”. A vítima foi morta a tiros em novembro deste ano, logo após sair de um restaurante na cidade de Manaus.

As investigações conduzidas pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) apontam que Hewerton Kauan Oliveira Cavalcante, de 18 anos, foi o responsável pelos disparos que tiraram a vida do advogado. Vale lembrar que Erwin Godinho Rodrigues já havia sido alvo de uma tentativa de homicídio anteriormente, de acordo com informações apuradas pelo G1.

Na época do crime, o advogado Alan Johnny afirmou que há indícios de que a motivação tenha relação com o trabalho de advocacia exercido por Erwin no interior da Bahia. Segundo relatos, ele teria ajuizado uma ação de cobrança de honorários no valor de mais de R$ 3 milhões na comarca do município de Feira de Santana.

O advogado continua explicando que, após esse acontecimento, a vítima sofreu uma nova tentativa de assassinato no ano de 2022. “Segundo os familiares, a mesma situação, idêntica, o advogado foi convidado para almoçar. No entanto, ele foi advertido de que sua vida estaria em risco. Embora descrente, ele não compareceu ao restaurante. Infelizmente, dessa vez, ele aceitou o convite e foi acompanhado por seu motorista. Ele jamais imaginou que algo assim aconteceria”, declarou Alan Johnny.

O crime ocorreu por volta das 14h no dia 11 de novembro deste ano. Erwin Godinho Rodrigues, servidor público no Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), estava participando de uma reunião em um restaurante situado na Avenida Santos Dumont, na Zona Centro-Oeste de Manaus. Ao sair do estabelecimento, foi surpreendido por indivíduos que estavam em um veículo, que fugiram do local após efetuarem os disparos.

O advogado foi atingido por seis tiros e chegou a ser levado para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, porém não resistiu aos ferimentos.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM), por meio da Comissão de Direitos e Prerrogativas, anunciou que tomará medidas para investigar a morte do advogado. O TCE-AM também lamentou o ocorrido e expressou solidariedade à família.

A DEHS está encarregada da investigação do caso. Nas redes sociais, o filho de Erwin, o pastor Helcio Maia Neto, fez declarações sobre o acontecimento, relembrando os últimos momentos ao lado do pai e pedindo por justiça. “Perdemos um homem bom. Estivemos juntos no sítio há poucos dias e foi um tempo precioso. Que a justiça seja feita. Nada trará meu pai de volta. Não perdemos apenas um pai, perdemos um amigo, e é assim que guardarei sua memória”, disse o pastor, que viajou de Belo Horizonte para participar do funeral em Manaus.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/12/04/suspeito-de-matar-servidor-do-tce-am-em-manaus-e-preso.ghtml

redacao

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT