24/05/2024
  • 08:10 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:10 Botafogo vence Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:09 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:08 Botafogo derrota Flamengo no Maracanã por 2 a 0
  • 11:32 Michelle Bolsonaro elogia Virada Feminina e reconhece liderança de Cileide Moussallem no AM

Com muita coragem, Priscila Lima, de 32 anos, denunciou o diretor de um hospital público de Pedro Toledo, São Paulo, por assédio sexual. O crime aconteceu quando a vítima pediu emprego para o cargo de coordenadora de saúde.

Segundo a vítima, o homem copiou uma foto das redes sociais, onde ela estava isando biquini e mandou para ela. “Bonita foto. Como faço para ver de perto. Tem mais fotos assim”, escreveu o diretor por mensagem.

A mulher contou que por desespero em arrumar emprego e sustentar a filha, acabou cedendo as investidas do diretor. “Eu estava desesperada. Cedi e tive relações sexuais com ele. A situação era difícil e tenho uma filha para criar”, disse a vítima em entrevista para o G1.

O pesadelo continuou. Após ser contratada, o homem a chamou para uma sala do pronto-socorro e lá ele tirou a calça e afirmou, “regras da casa, estou te dando boas-vindas” insinuando que ela teria que ter relação sexual com ele.

Após a denúncia, um inquérito policial foi aberto para apurar os crimes de violação sexual mediante a fraude e assédio sexual. A investigação ocorre em segredo de Justiça.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT