28/06/2024
  • 20:12 Confrontos marcam Argentina após Senado aprovar megapacote de reformas de Milei.
  • 18:04 Brasil finaliza maio com déficit de R$ 61 bi, o pior resultado sem pandemia.
  • 18:02 General Zuñiga é exibido algemado pelo governo da Bolívia após frustrada tentativa de golpe; assista ao vídeo.
  • 17:59 Prefeitura de Manaus começa recapeamento da avenida Autaz Mirim na zona Leste
  • 17:57 Governador Wilson Lima exalta criação de 24 mil empregos e aporte de R$ 150 milhões no Festival de Parintins

Após o anúncio de um novo reajuste de 8% no preço da gasolina e do diesel vendidos pela Petrobras, o vereador Rodrigo Guedes (PSC) cobrou que os postos de gasolina não cobrem mais caro pelos combustíveis, a partir desta quarta-feira, 12. Conforme relembrou o parlamentar, em dezembro de 2021 a refinaria anunciou uma redução de 3,1% no preço dos combustíveis, mas na prática o reajuste não foi realizado pelos postos e os consumidores continuaram sendo cobrados pelo preço antigo.

“Aqui em Manaus, no mês de dezembro, quando a Petrobras anunciou a redução do preço da gasolina na refinaria, os postos de Manaus não reduziram absolutamente nem um centavo. Então, desafio os donos de postos de combustíveis da cidade pelo menos uma única vez. A partir de hoje já estará valendo o aumento. Então, se em dezembro não houve essa redução, que agora o façam. Conclamo a população de Manaus para lutar contra isso”, afirmou o vereador.

Com o novo reajuste, o valor do litro do combustível vendido na refinaria às distribuidoras passará de R$ 3,09 para R$ 3,24. Desde janeiro de 2021, com todos os reajustes, o preço da gasolina e do diesel já somam um crescimento de quase 80%. Com este aumento, o preço da gasolina que hoje é de R$ 6,59 pode chegar a R$ 6,70, um aumento expressivo.

Guedes tem lutado contra as manobras que prejudicam os consumidores manauaras desde o início do mandato. “Estou atento se agora vão aumentar. Desafio-os a não fazê-lo”, reiterou. O vereador relembrou ainda que o reajuste não deve ser sentido no bolso dos consumidores logo de imediato, já que as distribuidoras possuem estoque de combustível.

Texto: Déborah Arruda – Assessoria de Comunicação do vereador

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT