28/02/2024
  • 10:30 Pastores investigados pela Polícia Federal têm ligação com Marcos Bastos, do “Pai Resgatando Vidas”; confira vídeos
  • 10:25 TCE apresenta à Aleam minuta do projeto de criação da Ouvidoria da Mulher
  • 10:19 Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell: entenda mais sobre a doença
  • 10:14 “Bons de briga”: torcedores enfrentam batalhão de seguranças em jogo; assista aos vídeos
  • 07:06 Hemoam convoca doadores do tipo O devido a estoque baixo de sangue

Inaugurada em agosto de 2020, a Base Fluvial Arpão tem sido uma ferramenta importante para o combate ao crime na região do rio Solimões. De janeiro a dezembro de 2021, as ações realizadas por agentes da Base Arpão resultaram na apreensão de 3,8 toneladas de drogas.

A unidade fluvial da SSP-AM atua de forma integrada com a operação Hórus, que faz parte do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (Vigia), do Governo Federal, sendo a principal base de repressão ao crime organizado no rio Solimões. Ao todo, apenas com as ações da Base Arpão, o crime organizado teve um prejuízo de R$ 97.133.667,00.

Além da apreensão de entorpecentes, o valor está relacionado a apreensões de combustível, veículos, embarcações, eletrônicos, madeira, além de produtos de caça e pesca, dinheiro, ouro ou pedras preciosas e botijas de gás.

De janeiro a dezembro de 2021, os agentes da Base Arpão efetuaram 166 prisões, a maioria relacionada a crimes ambientais, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, além de efetuarem a apreensão de nove adolescentes por atos infracionais análogos aos mesmos delitos.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT