29/06/2024
  • 11:34 Vídeo: Membro do PCC é atingido por 15 tiros na cabeça em Manaus; assista
  • 11:30 PUMP é multada em R$18 mil por doação ilegal a candidato
  • 11:25 Ex-noivo de Djidja, Bruno Roberto recebe prisão domiciliar por decisão judicial
  • 11:21 Prefeito David Almeida inaugura novas estruturas da feira itinerante Prefeito 2 Novo título: Prefeito David Almeida inaugura novos espaços na feira itinerante Prefeito 2
  • 10:04 Forças de Segurança se unem na Festa dos Visitantes em Parintins

O velocista Paulo André, 23, deixará de receber o benefício Bolsa Atleta do Governo Federal. A informação é da Secretaria Especial do Esporte, que alega que o motivo do cancelamento é o não cumprimento do programa anual de treinamentos do atleta, que está há dois meses confinado na casa do Big Brother Brasil.

A bolsa de Paulo André tem valor mensal de R$ 1.850 e foi fruto do resultado do atleta nos Jogos Pan Americanos de Lima 2019, quando ele foi medalhista de prata na provas dos 100m. O pagamento foi suspenso preventivamente, já que a lei que disciplina o Programa Bolsa Atleta exige a continuidade dos treinos por todo o período de recebimento do benefício.

Em 2021, Paulo André conquistou o título do campeonato brasileiro nos 100m e a classificação para as semifinais dos Jogos de Tóquio, também na mesma prova. Resultados, aliás, que qualificam ele a uma nova categoria do Bolsa Atleta, com aumento do benefício mensal para R$ 3.100,00. A abertura do edital 2022, no entanto, aconteceu quando PA já estava confinado no BBB.

Apesar do confinamento, vale destacar que o atleta historicamente não costuma competir antes do mês de março, especialmente em anos de mundial indoor (caso de 2022), já que ele não disputa os 60m rasos. Em 2018, por exemplo, o calendário de provas do atleta só se iniciou em abril.

Reconhecido mundialmente

Paulo André, ou P.A., como ficou conhecido após entrar no BBB, é considerado uma das grandes estrelas da geração atual do atletismo brasileiro. Isso porque em 2018, correu os 100m rasos para 10s02, tornando-se o segundo homem mais rápido da história do Brasil, bem perto do recorde sul-americano de 10s de Robson Caetano. Um ano depois, conquistou, coletivamente, o maior feito de sua carreira, quando tornou-se campeão mundial no revezamento 4×100.

Dentro do BBB, PA também tem conquistado seu espaço. Dos 21 selecionados para o reality, ele está neste momento entre os 11 remanescentes da casa. Nos mais de dois meses de confinamento, o velocista foi uma vez líder e passou também uma vez pelo paredão. Na ocasião, mostrou ser um dos queridinhos do público ao receber a menor porcentagem dos votos, apenas 1,58%.

Redação 2

RELATED ARTICLES