24/05/2024
  • 08:10 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:10 Botafogo vence Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:09 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:08 Botafogo derrota Flamengo no Maracanã por 2 a 0
  • 11:32 Michelle Bolsonaro elogia Virada Feminina e reconhece liderança de Cileide Moussallem no AM

Mundo – A Ucrânia afundou propositalmente seu maior navio de guerra, a fragata Hetman Sahaidachny, que estava parcialmente desmontada, passando por reparos, na cidade de Mykolaiv, perto do litoral do Mar Negro. Era impossível montá-la e restaurar sua capacidade de combate a tempo de enfrentar os russos.

Segundo o site ucraniano ‘Dumskaya’, a inteligência do país obteve a informação de que uma operação especial das forças especiais navais de Moscou havia sido planejada para apreender o Hetman Sahaidachny.

Por isso, foi dada ordem para que, em caso de ataque, o casco fosse cuidadosamente enchido de água, apoiando a embarcação no fundo do rio onde fica o estaleiro em que recebia reparos.

“O comandante do navio capitânia da Marinha ucraniana executou a ordem de afundar o navio Hetman Sagaidachny, que estava em reparo, para que não fosse capturado pelo inimigo. É difícil imaginar uma decisão mais difícil para um bravo guerreiro e toda a sua equipe. Mas vamos construir uma nova frota, moderna e poderosa.O importante agora é resistir”, disse o ministro da Defesa Oleksii Reznikov em publicação no Facebook nesta sexta-feira (4/2.

Agora, para erguer o navio, as forças russas teriam que realizar uma operação demorada, algo muito difícil em condições de hostilidade. No futuro, em tese, a fragata poderá recuperar a flutuabilidade e os trabalhos de reparo podem prosseguir.

O Hetman Sahaidachny foi o único navio grande para a Ucrânia que restou depois que os russos anexaram a península da Crimeia e apreenderam diversas embarcações ucranianas.

As forças russas estão avançando para tomar a cidade portuária de Mykolaiv, um ponto-chave na tentativa russa de assumir o controle da costa do Mar Negro da Ucrânia.

Com informações via Dumskaya

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT