28/05/2024
  • 09:30 Imersão Eleições: inscrições abertas para o maior evento de marketing político para capacitação profissional com foco em campanhas eleitorais
  • 08:10 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:10 Botafogo vence Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:09 Botafogo derrota Flamengo por 2 a 0 no Maracanã
  • 08:08 Botafogo derrota Flamengo no Maracanã por 2 a 0

Brasil – A “princesinha macabra”, de 19 anos, foi presa após a polícia de Mato Grosso solucionar o assassinato de um rapaz em Lucas do Rio Verde, cidade localizada a 360 km da capital Cuiabá. A vítima teve o corpo encontrado em um córrego e a cabeça foi jogada em um contêiner de lixo.

Emanuely Sousa, teria sido a responsável por comandar a execução, em 25 de janeiro, e ainda gravou vídeos do momento, estapeando o jovem e fazendo sinais, dando indicações para os comparsas. “Não atira não, vai fazer barulho. Só na faca”, disse a mulher.

A criminosa ” princesinha macabra” foi presa após a publicação dessas imagens nas redes sociais e ainda debochou das buscas policiais. Em uma das postagens, quando questionada sobre estar com medo se ser presa, a criminosa respondeu: “olha a minha preocupação”. No momento da prisão, o mesmo tipo de deboche.

A polícia investiga seis crimes contra a vida, geralmente envolvendo jovens e tráfico de drogas. O homicídio e a decapitação do jovem, ainda segundo as investigações, foi uma espécie de “aviso” a pequenos traficantes da região, além de desafiar a polícia. Dos três envolvidos na barbárie, dois já foram presos.

De acordo com o delegado Marcelo Maidame, a criminosa ocupava um cargo de disciplina na hierarquia da facção criminosa, praticando execuções e cobranças de dívidas.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT