28/02/2024
  • 10:30 Pastores investigados pela Polícia Federal têm ligação com Marcos Bastos, do “Pai Resgatando Vidas”; confira vídeos
  • 10:25 TCE apresenta à Aleam minuta do projeto de criação da Ouvidoria da Mulher
  • 10:19 Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell: entenda mais sobre a doença
  • 10:14 “Bons de briga”: torcedores enfrentam batalhão de seguranças em jogo; assista aos vídeos
  • 07:06 Hemoam convoca doadores do tipo O devido a estoque baixo de sangue

Josué Silva dos Santos, que é mais conhecido como “China”, está sendo procurado suspeito de participar da morte e atear fogo em três pessoas da mesma família. O crime ocorreu nessa terça-feira (29) na comunidade Lago do Jacaré, zona rural de Manacapuru. Uma quarta pessoa foi sequestrada.

“China” e outras três pessoas mataram e atearam fogo nos corpos de uma idosa de 86 anos e os dois filhos dela. Outro filho da idosa, identificado como Oney Rodrigues de Oliveira, foi sequestrado e até o momento não foi encontrado.

De acordo com a Polícia Civil do município, a motivação do crime foi vingança por parte de “China”. Ele teria sido vítima de facadas desferidas por Oney em fevereiro deste ano, durante uma confusão entre os dois.

Ainda segundo a polícia, “China” procurou atendimento em um hospital do município com um nome falso e fugiu antes de ser liberado pelos médicos. A polícia informou que o suspeito é foragido por envolvimento em tráfico de drogas e homicídios em Manaus e que estava se escondendo na comunidade.

Os policiais de Manacapuru seguem as investigações para identificar os outros autores do crime.

As pessoas que souberem do paradeiro de Josué Silva dos Santos devem ligar para o 181, disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). A identidade do informante será mantida em sigilo.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT