28/06/2024
  • 11:34 Vídeo: Membro do PCC é atingido por 15 tiros na cabeça em Manaus; assista
  • 11:30 PUMP é multada em R$18 mil por doação ilegal a candidato
  • 11:25 Ex-noivo de Djidja, Bruno Roberto recebe prisão domiciliar por decisão judicial
  • 11:21 Prefeito David Almeida inaugura novas estruturas da feira itinerante Prefeito 2 Novo título: Prefeito David Almeida inaugura novos espaços na feira itinerante Prefeito 2
  • 10:04 Forças de Segurança se unem na Festa dos Visitantes em Parintins

Depois de março, nada será como antes na politica do Amazonas. O que mais ameaça alguns pré-candidatos é a “mistura” dos partidos em federações, brecha aberta pela nova legislação eleitoral. Assim, caso o União Brasil – que nasce da fusão do DEM com o PSL – decida atuar de forma unificada com o MDB, dois caciques poderão medir forças na convenção de julho, que vai escolher o candidato da nova  Federação Partidária:  o senador Eduardo Braga, atualmente no MDB, e Amazonino Mendes, com intenções de ingressar no União Brasil.

A armadilha está no prazo de ingresso de candidatos nos partidos (março), enquanto as federações poderão ser consolidadas até maio. Amazonino sente cheiro de armadilha, mas não foge da raia. Estuda ingressar no UB com todos os riscos que isso representa.

A seu favor, o receio dos adversários em enfrentá-lo diante de uma popularidade que não cede. Contra, o fato de não ser mais jovem. Mas não menos lúcido, ou menos inteligente. Sabe  o que vai pesar nas escolhas que grupos pequenos de pessoas sem memória acabam fazendo.

Talvez por isso Amazonino esteja aceitando ser cortejado pelo PSD, pelo PSDB e até pelo PT. São horizontes que não se abrem para qualquer um. É preciso ter história, ter construído um legado…

Redação 2

RELATED ARTICLES