28/02/2024
  • 10:30 Pastores investigados pela Polícia Federal têm ligação com Marcos Bastos, do “Pai Resgatando Vidas”; confira vídeos
  • 10:25 TCE apresenta à Aleam minuta do projeto de criação da Ouvidoria da Mulher
  • 10:19 Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell: entenda mais sobre a doença
  • 10:14 “Bons de briga”: torcedores enfrentam batalhão de seguranças em jogo; assista aos vídeos
  • 07:06 Hemoam convoca doadores do tipo O devido a estoque baixo de sangue

MANAUS, AM – Criado para agilizar transferência de renda para populações vulneráveis durante a pandemia do coronavírus, o programa Auxílio Manauara, da Prefeitura de Manaus, acaba oficialmente na próxima segunda-feira (31). O dia marca o pagamento do auxílio para pessoas nascidas nos meses de novembro e dezembro.

Cerca de 40 mil famílias foram atendidas pelo programa, que não consta da previsão orçamentária da Prefeitura de Manaus para o ano de 2022. Neste ano, os cofres municipais vão dispor de cerca de R$ 7 bilhões, entre emendas parlamentares, projetos, e outros. O auxílio não entrou nesta soma, mas em 2021, a prefeitura gastou um total de R$ 96,492 milhões, só até o mês de dezembro, com o pagamento do auxílio. Os dados de janeiro não estão disponíveis.

Em novembro, durante coletiva de imprensa, o prefeito David Almeida (Avante) disse que o auxílio “não é competência da prefeitura”, e que segundo ele, mesmo em um período de cheia e ainda sem perspectivas para saída da pandemia da covid-19, o programa é de prioridade federal ou estadual.

“Não, não existe. O auxílio foi emergencial, não existe auxílio permanente, o auxílio permanente é do Estado e do governo federal, da prefeitura, permanente não. Nós temos o Auxílio Manauara, o auxílio mais longevo das prefeituras do Brasil, e nós já estamos na nona parcela e deve ir até janeiro”, disse ao Amazonas1.

Crítico e integrante da oposição a David, o vereador Amom Mandel (União Brasil) decidiu fazer uma enquete nas suas redes sociais nesta terça-feira (25) sobre a prorrogação do programa. O resultado, claro, foi extremamente favorável ao programa. O parlamentar cobrou da prefeitura uma resposta sobre o impacto real do programa na vida dos manauaras.

“Estamos chegando ao pagamento final e não houve a liberação de informações mais detalhadas sobre o impacto real nem sobre a prorrogação do programa. Estou cobrando ambos”, salientou o parlamentar.

Redação 2

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT