29/06/2024
  • 11:34 Vídeo: Membro do PCC é atingido por 15 tiros na cabeça em Manaus; assista
  • 11:30 PUMP é multada em R$18 mil por doação ilegal a candidato
  • 11:25 Ex-noivo de Djidja, Bruno Roberto recebe prisão domiciliar por decisão judicial
  • 11:21 Prefeito David Almeida inaugura novas estruturas da feira itinerante Prefeito 2 Novo título: Prefeito David Almeida inaugura novos espaços na feira itinerante Prefeito 2
  • 10:04 Forças de Segurança se unem na Festa dos Visitantes em Parintins

O fato de que muitas pessoas acabam acumulando dívidas e restringindo seus nomes no mercado se torna um atrativo para que golpistas enganem esses indivíduos com falsas promessas de empréstimos bancários. Por esta razão, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), faz um alerta para que os consumidores estejam sempre atentos e não sejam vítimas desses criminosos. 

O delegado Eduardo Paixão, titular da Decon, esclareceu que o golpe do empréstimo para negativados acontece de maneira recorrente, e se configura quando o golpista atrai a vítima, seja por meio virtual ou físico, com a promessa de dinheiro.

“O criminoso seduz o alvo, fazendo com que essa pessoa acredite que terá um bom empréstimo e facilidades no crédito, mesmo tendo restrições em seu nome e um score baixo no Serasa (serviço de análise de crédito). Então, alertamos a população para que fiquem sempre atentos e evitem cair nesse golpe”, explicou o titular da Decon.

Orientação

A autoridade policial informou ainda que as pessoas devem desconfiar sempre se aquela empresa é idônea, procurando evitar enviar documentos via internet e não efetuar depósitos em dinheiro para liberar o empréstimo.

“Procure sempre instituições bancárias reconhecidas e registradas no Banco Central do Brasil, e nunca aquelas pequenas empresas terceirizadas que alegam ser parceiras de bancos. Para verificar a veracidade do documento, ligue sempre para a central da instituição do banco”, explicou Eduardo Paixão.

Registro de ocorrências

O delegado ressaltou que o consumidor afetado por esse crime deve formalizar a denúncia na Decon. A orientação é de que as vítimas devem sempre estar munidas de provas, para que as equipes policiais tenham êxito em punir criminalmente e recuperar o prejuízo financeiro à pessoa vitimada.

As denúncias podem ser realizadas pelo número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), ou pela Delegacia Virtual (Devir), pelo endereço eletrônico https://delegaciavirtual.sinesp.gov.br/portal/. Podem ainda ser formalizadas na Decon, situada na rua Desembargador Felismino Soares, 155, bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul da capital.

Redação 2

RELATED ARTICLES