28/06/2024
  • 11:34 Vídeo: Membro do PCC é atingido por 15 tiros na cabeça em Manaus; assista
  • 11:30 PUMP é multada em R$18 mil por doação ilegal a candidato
  • 11:25 Ex-noivo de Djidja, Bruno Roberto recebe prisão domiciliar por decisão judicial
  • 11:21 Prefeito David Almeida inaugura novas estruturas da feira itinerante Prefeito 2 Novo título: Prefeito David Almeida inaugura novos espaços na feira itinerante Prefeito 2
  • 10:04 Forças de Segurança se unem na Festa dos Visitantes em Parintins

Um caso inusitado ocorreu durante uma ocorrência policial no estado da Flórida, nos Estados Unidos. Após ouvir a voz de “mulher” com pedido de socorro, uma família resolveu chamar a polícia para ir até a casa de um vizinho. No entanto, ao chegarem ao local os policiais tiverem uma surpresa, os gritos eram feitos por um papagaio.

Uma câmera de segurança gravou o momento da chegada da guarnição ao local no momento que o proprietário conserva um carro. Após ser questionado pelos policiais sobre os gritos de socorro ouvidos pela vizinhança, o homem apenas riu e disse que iria pegar o autor dos gritos.

Para surpresa dos policiais, o homem retornou com um papagaio nas mãos. O pássaro da espécie papagaio-amarelo da Amazônia e que se chama Rambo era quem gritava, levando os outros moradores a acharem que se tratava de uma mulher em cárcere.

O homem disse aos policiais que o pássaro, que tem mais de 40 anos, está com ele desde sua infância. Com um vínculo como esse, ele deve estar tão acostumado às ‘palhaçadas’ de seu amigo de penas que esquece que o vocabulário de Rambo pode alarmar algumas pessoas. Em uma entrevista ao noticiário local, ele disse que ensinou Rambo a gritar por ajuda quando criança, para irritar seus pais.

Redação 2

RELATED ARTICLES